ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}


NOTÍCIAS

IFC: abertura de Curso de Agronomia é debatida em Abelardo Luz

Reunião com reitora do IFC, Sônia Regina Fernandes, teve como objetivo discutir a atual situação da instituição e discutir abertura de novos cursos de graduação voltados ao agronegócio.

18/04/2017 às 15h23
Atualizada em 20/04/2017 - 08h29

A Reitora do Instituto Federal Catarinense (IFC), Sônia Regina Fernandes, participou na última quarta-feira (12), no Plenário da Câmara de Vereadores, de uma reunião com o prefeito, secretários, entidades empresariais e sindicais, e sociedade em geral, para debater a situação atual do IFC Campus Avançado de Abelardo Luz, localizado no Assentamento José Maria. Também participaram os vereadores Carlos de Sennes Pinto, Carla Kleinubing, Vilmar Baumgratz, Germino Gotardo e Selvino Pereira da Silva.

A reunião foi uma iniciativa da comunidade de Abelardo Luz, que busca trazer para o município cursos de graduação voltados ao agronegócio. “Abelardo Luz é a capital nacional da semente de soja, a maior produtividade e qualidade são desta região, então o setor de agronegócio é muito grande. Baseado nisso, nós queríamos aproveitar a mão de obra qualificada e trazer cursos para Abelardo Luz, nesta área das Ciências Agrárias, como Agronomia e Engenharia de Alimentos”, informa o vereador Carlos de Sennes Pinto, um dos incentivadores da proposta.   

A reitora apresentou um panorama sobre o campus avançado. “O campus avançado, no espaço geográfico do assentamento, está se consolidando por meio da abertura de cursos, da liberação de vagas para professores e técnicos e também no âmbito da infraestrutura”, disse. 

Segundo Sonia, o IFC Campus Abelardo Luz está em um processo de implantação com uma turma concomitante - curso oferecido somente para quem já concluiu o ensino fundamental e esteja cursando o Ensino Médio; outra turma de técnico integrado ao ensino médio; e um planejamento de curso de graduação, como Pedagogia, com ênfase na educação do campo; especialização em educação no campo, especialização em educação na cidade; além de outros cursos, como Proeja - Educação de Jovens e Adultos. 

“Assim como qualquer outro campus, especialmente os novos, se começa com uma turma e vai integralizando, por exemplo, um curso com duração de três anos, só vai ter três turmas após três anos, isso em qualquer situação”, conta.  

IFC Campus Abelardo Luz 

Hoje, o IFC Campus Abelardo Luz tem 22 professores, que fazem parte da meta de ter 520 alunos até 2020, ou seja, a capacidade máxima do campus. Segundo a reitora, a criação de outros cursos de graduação é uma questão de analisar as possibilidades.

“Como instituição pública federal, em um momento de crise e cortes orçamentários, nós não temos como implantar uma infraestrutura mínima necessária para ter um curso superior, como é o caso de Agronomia, para que seja reconhecido pelo MEC (Ministério de Educação e Cultura). Agora, se houver disponibilidade por parte do município, do Estado e também com a nossa contribuição, isso em médio e longo prazo pode se tornar viável”, garante. 

O vereador Carlos de Sennes Pinto disse que já que o IFC está disposto a ter uma parceria com o município, o município tem interesse em fazer uma parceria com o Instituto e trazer novos cursos para a sede do município, fundamental para o desenvolvimento da região e do próprio Campus de Abelardo Luz. 
“Hoje o IFC tem professores na área de Ciências agrárias e o curso indicado é Agronomia. Nós vamos buscar recursos para viabilizar este curso, que seria a mudança para Abelardo Luz e toda a região seria beneficiada”, garante. 

Para encerrar, o prefeito Nerci Santin se colocou à disposição e disse que haverá uma nova reunião para um maior entendimento do que é melhor para Abelardo Luz. Segundo ele, o Executivo tem estrutura sobrando, com bons espaços, onde poderiam ser instalados os novos cursos. “Vamos sentar e conversar com a sociedade e os vereadores, mas todos estão de acordo em tentar trazer os cursos e não vamos perder esta oportunidade”, afirma.

Fonte: Ascom Câmara



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM