ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}


NOTÍCIAS

Campus do IFC ficará no Assentamento José Maria, assegura reitora

Sônia Regina de Sousa Fernandes participou do III Seminário de Educação do Campo, onde assegurou que a unidade do IFC não sairá do Assentamento José Maria.

06/10/2017 às 07h37
Atualizada em 08/10/2017 - 21h10

O Instituto Federal Catarinense – IFC  de Abelardo Luz,  promoveu nos dias 27, 28 e 29 de setembro, o III Seminário de Educação do Campo, na sede do Campus, no Assentamento José Maria. O evento contou com a presença da reitora do IFC, Sônia Regina de Sousa Fernandes, e de  membros do Colégio de Dirigentes (Codir), além de diretores e representantes dos campi de Araquari, Blumenau, Camboriú, Concórdia, Fraiburgo, Ibirama, Luzerna, São Bento do Sul, São Francisco do Sul, Santa Rosa do Sul, Sombrio e Videira. 

A reitora do IFC afirmou que os membros do Codir e representantes do CONIF se faziam presentes com a intenção de reafirmar o compromisso político da atual gestão para com o Campus Abelardo Luz, a fim de mantê-lo no local geográfico onde se encontra, assegurando que a unidade não sairá do Assentamento José Maria.

Sonia salientou ainda que o campus está respaldado legalmente, não havendo ilegalidade tanto na existência do campus como na proposta pedagógica. Ela também realizou, em nome do conselho, um agradecimento público aos servidores Ricardo Velho e o Maicon Fontanive, que, enquanto diretores do IFC – Campus Avançado Abelardo Luz, foram importantes para a sua construção e para a realização do III Seminário de Educação do Campo do IFC.

Um dos objetivos do seminário é discutir políticas públicas para a melhoria da Educação do Campo, tornando-se um espaço de socialização e articulação de experiências em Santa Catarina e estados próximos, além de promover o intercâmbio da instituição com a comunidade e seu entorno, discutindo experiências de suas pedagogias e construindo propostas de pesquisa e extensão conjuntas. 

O debate desta edição focou no desafio da educação do campo, no que diz respeito à questão agrária, às políticas públicas, às experiências pedagógicas em suas organizações escolares, às práticas pedagógicas e às lutas, tendo em vista a ampliação dos conhecimentos científicos e tecnológicos sobre a educação, agricultura e movimentos sociais. 

DEFESA DA EDUCAÇÃO NO CAMPO

Durante o seminário também foi escrita uma carta em defesa da educação do campo e da agroecologia, com participação e assinatura dos presentes no Seminário. Logo após, os participantes deram um abraço no campus como parte do dia D de mobilizações em defesa da rede federal de educação que ocorreu em todo país.

O Colégio de Dirigentes do IFC (Codir) também realizou a reunião ordinária nas dependências do campus, com o intuito de manifestar a defesa da educação no campo. Na ocasião, diversas instituições estiveram presentes: IFC, IFPR, UTFPR, UFSC, UFPR, UFRGS, MST, CESUCA, UFFS, Casa Familiar-Saudades/SC, UNESP, UNIDAVI, E. E. M. Semente da Conquista, E. E. M. Paulo Freire e UNIARA. 

O seminário foi encerrado com a premiação dos melhores trabalhos do evento nas categorias apresentação oral e pôster. 


Fonte: Com informações IFC Abelardo Luz



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM