ÁREA RESTRITA - Bem Vindo {NOME_USUARIO}


NOTÍCIAS

Secretaria de Agricultura apresenta balanço final do Programa de Silagem 2018

Relatório foi explanado pelo secretário de Agricultura Raimundo Kindermann, em coletiva à imprensa local, na Sala de Reuniões do Centro Administrativo Municipal.

09/05/2018 às 22h21
Atualizada em 14/05/2018 - 16h35

A Secretaria de Agricultura de Abelardo Luz apresentou, na segunda-feira (7), o balanço das atividades do Programa de Silagem desenvolvido de fevereiro a abril deste ano. Segundo o relatório final, foram atendidos mais de 280 produtores de leite, com subsídio de duas mil horas de máquinas e investimento total de R$ 259 mil, sendo R$ 155 mil do Governo Municipal e R$ 104,5 mil de contrapartida do agricultor.
 
O relatório foi explanado pelo secretário de Agricultura Raimundo Kindermann, em coletiva à imprensa local, na Sala de Reuniões do Centro Administrativo Municipal. “Neste ano a área plantada de milho para produção de silagem foi de 2.500 hectares em todo município. Isso equivale a oito mil horas de máquinas para ensilar toda essa produção. Deste total, a prefeitura conseguir fazer duas mil horas, isso representa 25% de toda silagem do município. Ainda temos algumas horas para fazer, mas mesmo assim conseguimos atingir a meta que era atender cerca de 300 agricultores”, disse Raimundo.
 
De acordo com Kindermann, para atender a grande demanda foram organizadas e disponibilizadas aos agricultores 10 patrulhas agrícolas mecanizadas compostas por operador, trator, carreto e ensiladeira, sendo seis equipes com equipamentos do município e outras quatro equipes terceirizadas. O serviço foi prestado mediante agendamento após o recolhimento de taxa ao custo de R$ 52,25 a hora, valor que é estabelecido por lei municipal. O valor é bem abaixo do praticado por prestadores particulares que gira em torno de R$ 130,00 a hora.
 
CONSTRUÇÃO DE SILOS
 
Além do trabalho de produção da silagem, a secretaria de Agricultura também disponibilizou máquinas para a construção de silos para armazenamento do produto. “Nós tínhamos uma meta de atender de 80 até 100 produtores, mas foram atendidos 189 produtores, com a construção de 110 silos novos e 79 ampliados”, relatou Raimundo.
 
DIFICULDADES
 
O secretário também relatou algumas das principais dificuldades para o desenvolvimento das atividades do programa em 2018. “Nós começamos a silagem no dia 15 de fevereiro quando em anos anterior era começado em janeiro. Isso porque tivemos uma estiagem em setembro de 2017 e isso trouxe um acúmulo na produção de milho, ocasionando um atraso no início do corte. Além da demanda muito grande, também tivemos um número limitado de operadores, quebra de máquinas e as chuvas no mês de fevereiro atrasaram as atividades”, ressaltou Raimundo.
 
INCENTIVO AO PRODUTOR DE LEITE
 
O programa de subsídio de horas de máquinas para produção da silagem é um dos incentivos da Secretaria Municipal de Agricultura para manter o homem no campo e contribuir com desenvolvimento da bovinocultura de leite no município, que é a principal atividade econômica da agricultura familiar.
 
“Hoje temos 1.600 agricultores que produzem leite em Abelardo Luz, com aproximadamente 14 mil cabeças de vacas de leite em ordenha diariamente. Isso dá um total de mais ou menos de 35 milhões de litros de leite por ano e um movimento econômico de R$ 40 milhões no comércio”, enfatizou o secretário de Agricultura.


Fonte: Asscom Prefeitura Abluz



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR




VEJA TAMBÉM